Home Sobre Linhas de Pesquisa Blog Oportunidades Fotos Equipe Publicações
PhoneWhite01.svg EmailWhite01.svg InstagramWhite01.svg
Home / Blog / Teste de Hierarquia Social Prediz Comportamento de Vulnerabilidade
Teste de Hierarquia Social Prediz Comportamento de Vulnerabilidade
O grupo de Larrieu et. al., pesquisadores da Suíça, França e Espanha, estudaram o comportamento relacionado ao estresse e a hierarquia social por meio de um teste considerado simples. 

Publicado na Cell, o artigo de título
“Hierarchical Status Predicts Behavioral Vulnerability and Nucleus Accumbens Metabolic Profile Following Chronic Social Defeat Stress” (Status hierárquico prediz comportamento vulnerável e perfil metabólico no núcleo accumbens após o Estresse Por Derrota Social Crônica - em tradução livre).
Para entender esse estudo, precisamos, primeiro, entender o que é hierarquia social: é uma organização fundamental que existe na maioria das sociedades animais, então os membros de um grupo mantêm parâmetros de domínio e subordinação relativos para determinar acessos aos recursos. 

Mas como é feito um teste de hierarquia social? 

É possível definir a hierarquia social por diversos testes e teste tubo, teste de marcação de urina e teste de comportamento agonista são alguns dos exemplos que são realizados pelo grupo de pesquisadores.
Dessarte, a ênfase do artigo está no Teste Tubo. Esse teste foi desenvolvido por Lindzey, Winston e Manosevitz em Minnesota, nos EUA. 

Realização do Teste Tubo, imagem autoral.

Seguindo um princípio simples, o teste tem por base o confronto entre dois animais que convivem juntos na mesma sociedade: desse modo, quando se encontram em um tubo de 3mm de diâmetro, onde apenas um dos animais consegue passar, existe uma determinação entre os animais para ver qual poderá passar primeiro; O animal que empurra o outro e passa é chamado de dominante, enquanto o animal que desiste, é chamado subordinado. 

Foi utilizando esse teste que o grupo de Larrieu desenvolveu seu projeto, tendo por hipótese que a hierarquia social dos animais poderia afetar a resposta dos animais a estresse, verificando comportamentos do tipo ansioso e tipo depressivo. Ao realizar o teste tubo, os pesquisadores basearam um ranking de Dominantes e Subordinados, separando os animais e submetendo todos ao estresse por derrota social crônica, para avaliar a resposta de cada grupo. 

Foi utilizando esse teste que o grupo de Larrieu desenvolveu seu projeto, tendo por hipótese que a hierarquia social dos animais poderia afetar a resposta dos animais a estresse, verificando comportamentos do tipo ansioso e tipo depressivo. Ao realizar o teste tubo, os pesquisadores basearam um ranking de Dominantes e Subordinados, separando os animais e submetendo todos ao estresse por derrota social crônica, para avaliar a resposta de cada grupo. 

Surpreendentemente, os animais Dominantes apresentaram maior nível de ansiedade basal e maior suscetibilidade a serem afetados pelo Estresse. Enquanto isso, a maioria dos animais Subordinados, apresentou resiliência ao estresse e menores comportamentos do tipo-ansioso.

Por fim, o grupo realiza uma grande marcação de metabólitos no núcleo accumbens (local do cérebro que faz parte do sistema límbico) e no Córtex Frontal Medial, verificando um aumento de metabólitos em geral apenas no núcleo accumbens dos animais Subordinados e resilientes, propondo uma possível defesa do organismo nesses indivíduos. 

Larrieu et. al. 2017

Enfim, a pesquisa do grupo de Larrieu traz não apenas um método inovador na divisão dos animais que passam pelo teste tubo, mas também novas possibilidades e dados para o desenvolvimento de pesquisas relacionadas ao estresse e a comportamentos dos transtornos psicomentais, que a cada dia que passa, são mais necessários para o bem-estar da humanidade. 


Por Anna Paula Amorim
Graduanda em Ciências Biomédicas - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP
https://npplab.com.br/site/aluno/anna-paula-amorim/p/77/

Instagram: @npplab.usp

REFERÊNCIAS:
Larrieu T, Cherix A, Duque A, Rodrigues J, Lei H, Gruetter R, Sandi C. Hierarchical Status Predicts Behavioral Vulnerability and Nucleus Accumbens Metabolic Profile Following Chronic Social Defeat Stress. Curr Biol. 2017 Jul 24;27(14):2202-2210.e4. doi: 10.1016/j.cub.2017.06.027. Epub 2017 Jul 14. PMID: 28712571.

Fan, Z., Zhu, H., Zhou, T. et al. Using the tube test to measure social hierarchy in mice. Nat Protoc 14, 819–831 (2019). https://doi.org/10.1038/s41596-018-0116-4

 

Powered by: Cloud Comp
Nós respeitamos a sua privacidade
Nós utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com a nossa política de privacidade.
Eu concordo
Aviso
WidgetCloseButton01.png
Parece que você está offline ou o serviço que você está tentando acessar não existe!
Por favor, verifique a sua conexão com a internet!
Fechar
Aviso
WidgetCloseButton01.png
Ops, algo deu errado!
Fechar